sábado, 20 de novembro de 2010

A ANTONOMÁSIA - Figuras de Linguagem

É uma variante da metonímia, ou seja, uma substituição de um nome por outro que com ele tenha relação, isto é, designamos uma pessoa pelos seus atributos ou por uma qualidade, ou ainda por uma característica (ou fato) que a distingue. A antonomásia é muito utilizada nos textos escritos e falados. Veja alguns exemplos:

• O Divino Mestre passou pela vida praticando o bem.
• O Poeta dos Escravos morreu na flor dos anos.
Eis uma pequena lista de antonomásias:
- O Poeta dos Escravos - Castro Alves.
- O Patriarca da Independência - José Bonifácio.
- O Águia de Haia - Rui Barbosa.
- O Salvador, o Nazareno, o Redentor, O Divino Mestre - Jesus Cristo.
- O Herói de Tróia - Aquiles.
- O Berço dos Faraós - Egito.
- O Herói das Termópilas - Leônidas.
- O Pai da Medicina - Hipócrates.
Na linguagem popular, o apelido, a alcunha é uma forma de antonomásia. ®Sérgio.

4 comentários:

  1. consegui fazer minha pesquisa. muito legal

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Muuuito interessanrte!
    As aplicações na comédia e nas paródias também são incríveis né?

    Obrigado por se dar ao trablahod e esclarecer. Queria muito saber essa definição.

    ResponderExcluir